Economize 10€ reservando em nosso site oficial - Veja Ofertas

BLOG

GEORGES BRAQUE NO GRAND PALAIS

Esta retrospectiva, dedicada ao renomado artista do século 20, Georges Braque, vai analisar todos os períodos de sua criação artística, desde o Fauvismo até suas obras finais, culminando nas magníficas séries de pássaros e estúdios de arte. A exibição vai focar nos principais momentos de sua carreira, tais como Cubismo, o Canéphores (porta cestos) dos anos 20 e suas paisagens finais.

(das 10:00 às 08:00, domingos e segundas-feiras – das 10:00 às 22:00 de quartas-feiras a sábados)

leia mais + menos -

MASCULINE – MASCULINE. O HOMEM NU NA ARTE A PARTIR DE 1800 ATÉ OS DIAS ATUAIS. MUSEU ORSAY.

Embora tenha sido bastante natural o nu feminino ser regularmente exposto, o nu masculino não recebeu o mesmo tratamento. É altamente significativo que até o show no Museu Leopold, em Viena, no outono de 2012, nenhuma exposição tenha optado por dar uma nova abordagem à representação do nu masculino, dentro de uma longa perspectiva histórica. No entanto, a nudez masculina foi durante muito tempo, do século 17 ao 19, a base do treinamento acadêmico artístico tradicional e um elemento-chave na arte criativa ocidental.

leia mais + menos -

Sendo assim, ao apresentar a exibição Masculine / Masculine, o Musée d’Orsay, aproveitando a riqueza de suas próprias coleções e de outras coleções públicas francesas, planeja tomar uma abordagem interpretativa, divertida, sociológica e filosófica para explorar todos os aspectos e significados da nudeza masculina na arte.

Dado que o século 19 se inspirou na arte clássica do século 18 e que sua influência ainda ressoa hoje, o Musée d’Orsay está estendendo sua faixa histórica tradicional no sentido de desenhar um arco contínuo de criação começando dois séculos atrás até os dias atuais, incluindo o leque completo de técnicas: pintura, escultura, artes gráficas e é claro, fotografia, que estarão todas presentes na exibição.

“THE PARISIENNE” – O CHAMP-DE-MARS SEDIARÁ A 17ª EDIÇÃO DO PARISIENNE, UM EVENTO ESPORTIVO EXCLUSIVAMENTE PARA MULHERES

Neste ano, 30.000 candidatas se inscreveram para participar da 17ª edição da Parisienne, uma corrida a pé de 6 km por Paris, exclusiva para mulheres.

Enquanto se prepara para o início agendado para a manhã de Domingo, no dia 15 de Setembro, a vila “La Parisienne” abrirá suas portas a partir da sexta-feira, no Champ-de-Mars, e este ano, o Japão terá o lugar de honra. Durante todo o final de semana serão propostas atividades que permitirão ao público descobrir a Terra do Sol Nascente. No programa: workshops de introdução à dança, música ou culinária.

leia mais + menos -

Como em edições prévias, a Parisienne também será uma oportunidade para levantar fundos para a luta contra o câncer. Vários estandes informativos dedicados ao esporte e saúde em geral vão também ser fornecidos ao público que desejar (re)descobrir o prazer de gastar energia.

POMPIDOU CENTER: EXIBIÇÃO DE ROY LICHTENSTEIN

Hoje em dia, Roy Lichtenstein é considerado como uma das estrelas do movimento de arte pop assim como um grande mestre da pintura americana. E, no entanto, depois de ter estado na vanguarda da arte pop por vários anos, Lichtenstein foi muito mais longe. Assim que ele começou a referenciar artistas e estilos da história da arte em suas obras, ele foi muito rapidamente percebido como um artista pós moderno.

leia mais + menos -

Assim, nos anos finais de sua vida, retornando aos gêneros clássicos do nu e da paisagem, ele tornou-se quase um pintor tradicional. Sendo assim, Roy Lichtenstein é, hoje, um artista clássico. Contudo a força de sua arte é também uma distância divertida, crítica sem tornar-se cínica, que ele aplicou tanto a ele quanto à sua arte, desde cedo até o fim de sua vida, a importância da qual deve ser reconhecida. Em uma de suas últimas entrevistas, Lichtenstein não negou a primeira pergunta do entrevistador: “Você possui a certeza de nunca ter criado uma obra completamente desprovida de todo traço de malícia, humor ou ironia?”